19 3869.6161   •   vendas@origembr.com.br
suporte   •    

Update Easy ERP [2019.7]

Update Easy ERP [2019.7] Liberado em 03/07/2019

Encerrar o "FUP" do "CRM Web" automaticamente ao informar a proposta como "Perdida" ou quando ela virar "Pedido de Vendas"

  • Proposta "Perdida":
    • O sistema irá finalizar o FUP principal.
    • O sistema irá lançar um novo FUP para a mesma proposta, finalizado. Esse FUP terá o "Motivo" que foi informado ao marcar a proposta como perdida.
  • Proposta em "Pedido de Vendas":
    • O sistema irá finalizar o FUP principal.
    • O sistema irá lançar um novo FUP para a mesma proposta, finalizado. Esse FUP terá o número do pedido de vendas gerado para a proposta.

Alterações na ferramenta de "Busca avançada de produtos" (Ctrl+F1)

Criamos uma funcionalidade para realizar a busca somente ao clicar no botão de confirmação dessa tela. Hoje o sistema busca, por padrão, a partir do 3º caractere digitado.

Nas preferências do sistema

Utilitários > Preferências do sistema

  • As opções relacionadas à Busca avançada de produtos foram reagrupadas dentro da guia "Gerais", no grupo "Produtos".
  • Dentre as opções, agora temos a opção "Somente executar ao confirmar no botão".
  • Ao marcar/desmarcar esta opção a mesma fica salva no Config_Busca_Avanc.knd.

Na Busca avançada de produtos

  • Se esta opção estiver ativada nas preferências do sistema, o sistema não executará a busca automaticamente a partir do 3° caractere informado (como é o padrão). Somente executará a busca se o usuário clicar no botão de confirmação ao lado do campo de busca.

 

Removemos as ferramentas de "Marcar/Desmarcar todas as opções", do cadastro de usuários

Utilitários > Usuários e Acessos > botões "Marcar todas as opções" e "Desmarcar todas as opções"

  • Removemos ambas as ferramentas, já que marcar tudo não quer dizer que o usuário tenha acesso a todas as ferramentas, o mesmo ao desmarcar tudo.

O Log de eventos do sistema agora salva informações de dados importados via planilha eletrônica.

Incluido no Log de Eventos ações de importação de planilha

Utilitários > Manutenção de Dados > Importação de Dados (Planilha Eletrônica)

  • Criamos um contador de registros importados (somente os gravados, sem contar registros com erro).
    • Ao final da importação, se todos os registros foram importados com sucesso, será exibida a mensagem ("alterada"):
    • Importação concluída com êxito. X registros importados.
  • Se algum registro tiver gerado log de erro, será exibida a mensagem ("nova"):
    • Importação concluída com erros. Apenas X registros foram importados. Verifique o log...
  • Este contador é importante, pois faz parte do log, conforme explicado abaixo.

Ao concluir a importação da planilha, antes de exibir as mensagens acima, o sistema incluirá um registro no log de eventos, com a seguinte estrutura:

  • DATA - Data;
  • TEMPO - Hora;
  • USUARIO - Nome do usuário;
  • GRUPO - 'Manutenção';
  • ATIVIDADE - 'Importação';
  • REGISTRO - Nome do arquivo da planilha XLS/XLSX (não o caminho completo, apenas o nome);
  • TABELA - Tabela selecionada como destino pelo usuário;
  • OBS - X registros importados de CAMINHO_ARQUIVO_PLANILHA;

Melhorias na rotina de emissão de notas fiscais:

  • O tamanho do campo que mostra a descrição da rejeição foi aumentado, permitindo exibir mensagens muito maiores.

A aba "Lista de Erros" foi alterada para "Alertas":

Reformulamos as situações em que a lista dessa aba recebe informações, de modo que ao abrir a tela o sistema já apresenta os alertas encontrados, prevenindo que o usuário tente emitir uma nota em que certamente retornará erro 225 (alertas críticos) ou em que possivelmente retornará este erro (alertas moderados).

Portanto, ao abrir a tela de emissão da nota fiscal o sistema primeiro fará as seguintes validações "críticas":

  • Estas validações geram alertas críticos, com ícone vermelho, e bloqueiam a emissão da nota fiscal.
  • Se o CFOP não for iniciado em 3 ou 7 (operação com exterior) e parceiro não tiver CNPJ informado:
    • CNPJ/CPF do destinatário não informado. Verifique o cadastro do parceiro de negócios.
  • Se o CFOP não for iniciado em 3 ou 7 (operação com exterior) e parceiro não tiver código IBGE do município informado:
    • Código IBGE do município do destinatário não informado. Verifique o cadastro do parceiro de negócios.

Depois o sistema fará todas as validações "moderadas":

  • Neste caso o sistema exibirá os alertas de itens a serem faturados, verificadas no "validador Origem" na tela anterior (Imprimindo Nota Nº XXXXX).
  • Estas validações acima geram alertas "moderados", com ícone amarelo, e não bloqueiam a emissão da nota fiscal. Porém, se o erro 225 for retornado, a mensagem de "solução" do 225 vai sugerir que ele dê atenção à lista de alertas.
  • Na rotina do validador Origem, acrescentamos algumas regras de negócios novas, que anteriormente eram feitas apenas ao gerar o XML da nota:
  • Código NCM da CF informada no item não foi encontrado:
    • 'O código NCM da classificação fiscal do produto não foi encontrado! Verifique o cadastro do produto e o pedido de vendas...'
  • Unidade de medida do item não informada:
    • 'Item sem unidade de medida informada! Verifique o cadastro do produto e o pedido de vendas...'

Obs.: Aproveitamos e antecipamos outra regra de validação que ocorria apenas nesta última tela da emissão da nota, dentro da etapa de geração do XML, onde o sistema verifica se nos dados cadastrais foi informado o código IBGE da empresa. Essa regra agora ocorrerá na primeira tela do processo de emissão de nota fiscal, ao selecionar um bloco do tipo "NF-e" e confirmar.


Novas funções salvas pelo "Log de eventos":

Produtos > Opções Cadastro > Outras Listas de Preços

Adicionamos novas rotinas que serão registradas pelo "Log de eventos" do Easy ERP:

  • Alteração de "Tabela";
  • Exclusão de "Tabela";
  • Exclusão de item da lista de preço.

 

Novos bloqueios para algumas permissões de usuários:

  • Aba 'Produtos' > 'Omitir preços':
    • Ao ser marcada bloqueia a ferramenta "Consultar parâmetros de formação de preço" do cadastro de produtos.
    • Produtos > clique direito na grade > Consultar parâmetros de formação de preço.
  • Aba 'Produtos' > 'Omitir preço de Compra/Fatores de Desconto Família (rodapé proposta)':
    • Ao ser marcada bloqueia a ferramenta "Visualizar preço de compra" do cadastro de produtos.
    • Produtos > clique direito na grade > Visualizar preço de compra.
  • Aba 'Parceiros de Negócios' > 'Cadastro de Parceiros de Negócios':
    • Ao estar 'desmarcada' bloqueia a ferramenta "Consultar contratos" do cadastro de produtos.
    • Produtos > clique direito na grade > Consultar contratos.

Alteração na nomenclatura de colunas de custo médio no cadastro de "Estoque"

Será necessário reiniciar a configuração de colunas para ver as modificações.

  • Na grade "Estoque Principal":
    • Campo Unit. Médio (R$): Alterado para C. Unit. Médio (R$)
      • Hint adicionado: "Custo médio atual do item, com base na movimentação".
    • Campo Total Médio (R$): Alterado para C. Total Médio (R$)
      • Hint adicionado: "Custo total do item, com base no custo médio de estoque * quantidade".
  • Na grade "Movimentação":
    • Campo Custo Médio (R$):
      • Hint adicionado: "Custo médio do estoque no momento da movimentação".
    • Campo Unitário (R$):
      • Hint adicionado: "Custo unitário da movimentação".
    • Campo Total (R$):
      • Hint adicionado: "Custo total da movimentação (unitário * quantidade)".

Tela de "Anexos" vinculados ao "Parceiro"

Parceiros de Negócios > Clique direito na grade dos parceiros > Anexos

  • Desenvolvemos uma nova tela onde o usuário poderá vincular arquivos "Anexos" a cada parceiro de negócio do seu cadastro.

Permissão de Usuário

  • Essa ferramenta só ficará disponível para usuários que "não" possuem a marcação da seguinte permissão:
    • Usuários > aba 'Parceiros de Negócios' > "Somente Leitura"

Tela de "Anexos"

  • Cada parceiro tem sua própria lista de anexos.
  • Dentro da tela de "Anexos" o usuários poderá:
    • Na tela "Anexos", o usuário poderá anexar 1 ou mais arquivos;
    • Ao anexar, o arquivo não será "importado" para a base de dados do sistema. O sistema simplesmente armazenará o "caminho" para o arquivo, que deverá ser mantido de preferência em um caminho no servidor da empresa, acessível para todos os usuários do Easy ERP a partir de suas estações (computadores);
    • Na tela "Anexos", o sistema permitirá que o usuário exclua anexos;
    • Na tela "Anexos", o sistema terá um botão "abrir", que ao ser utilizado solicitará ao sistema operacional a abertura do arquivo. Para que a abertura do arquivo ocorra, será necessário que:
      • O arquivo esteja disponível no caminho anexado e acessível a partir do computador do usuário;
      • O computador do usuário possua aplicativo compatível com o arquivo a ser executado.
  • Ao excluir o parceiro o sistema deverá excluir os anexos.
  • Observações Importantes: Empresas que usam o "Cloud.KND" não receberam essa novidade.

Reformulação da rotina de configuração de grades

Alteramos a forma como o sistema controla as configurações de grade, antes usávamos uma rotina que controlava essa configuração utilizando arquivos, esse controle era problemático em vários aspectos, como performance, controle de permissões e problemas de perda de configuração.

Implementamos uma rotina totalmente nova, ela controla toda a configuração de grades por meio de uma tabela (P0SE_CFG), isso faz com que a performance sempre seja boa, faz também com que as mudanças de ambiente não afetem as configurações e que elas sempre sejam mantidas junto com a base de dados.

Essa rotina é flexível, então permite que novos grids possam receber configuração de grades de forma muito mais fácil e confiável.

A nova tabela é formada dos seguintes campos:

  • ID: Código auto incremento de cada registro da tabela;
  • ID_USUARIO: ID do usuário com base na P0SE1;
  • NOME: Nome da configuração do grid;
  • CONTEUDO: Essa campo salva a configuração do grid em forma de texto.

Será transparente para o usuário, ele poderá modificar suas grades da mesma forma como faz hoje, sem ter que configurar nada na base antes disso.

Observações.:

  • Todas as grades do sistema serão resetadas, então o usuário terá que reconfigurá-las novamente.
  • Essa nova rotina também guarda as configurações do "menu de botões personalizado" da tela principal do sistema.

Nas "Preferências do sistema"

Utilitários > Preferências do Sistema > aba 'Gerais'

  • O grupo "Caminho dos arquivos de configuração de grades" foi removido

No "Cadastro de usuários"

Utilitários > Usuários e Acessos > aba 'Outras Funções'

  • O grupo "Configuração de Grade" foi removido.

Reformulação da rotina de configuração dos botões da tela inicial

Assim como a configuração de grades, agora a rotina de configurações de botões da tela inicial também é controlada pela nova tabela.
Ainda é necessário ter o KND "BarraBotoes.KND", porém a configuração é toda salva no banco de dados, cada usuário terá sua própria configuração salva.
A performance na hora de carregar os botões foi otimizada.

Novidades

  • Criamos uma nova opção com o clique direito na barra de botões especial: "Alterar nome":
    • Com essa ferramenta agora é possível renomear o botão selecionado.
    • O nome do botão é salvo e sempre será exibido para esse usuário.
    • Apagar e repor o botão reseta o nome.

Enviar o endereço de entrega do "Pedido de vendas" no XML da NF-e

Pedido de vendas > Selecionar o PV > Editar > aba End. Entrega

No cadastro de pedido de vendas, ao clicar no botão da impressora para iniciar a emissão da nota fiscal:

Atualmente, após o sistema validar os dados básicos do endereço principal (com base no cadastro do parceiro), o sistema executa a validação dos dados básicos do endereço de entrega. 
A partir de agora, ao entrar nessa rotina, o sistema verificará:

  • Se no PV foi informado manualmente o endereço de entrega. Neste caso, validará os dados informados no PV, pois estes é que serão informados na NF-e.
  • Se não foi, validará os dados básicos de entrega do cadastro do parceiro.

O sistema irá criticar dados do endereço faltantes.
Lembrando que é preciso digitar a cidade de forma idêntica ao cadastrado em "Cidades e Estados (Codificação IBGE)", caso contrário o sistema não vai conseguir trazer o código IBGE da cidade.

Na rotina de emissão de NF-e

Ao informar as tags do grupo G (Endereço de entrega), o sistema verificará:

  • Se no PV foi informado manualmente o endereço de entrega. Neste caso, informará as tags do grupo "G" da NF-e com os dados informados no PV.
  • Se não foi, informará as tags do grupo "G" da NF-e com os dados de entrega do cadastro do parceiro.

Alterações no relatório "Curva ABC de clientes por faturamento" com a curva de pareto:

Menu 'Financeiro' > Relatórios Gerenciais > Padrão Origem > opção 01-Curva ABC de Clientes (Faturamento)
Ao selecionar essa opção de relatório o sistema irá disponibilizar o checkbox "Aplicar regra 20/30/50 para classificação ABC"

  • Com esta opção marcada, o relatório classificará os clientes no próprio relatório como AB ou C conforme a regra 20/30/50 com base na coluna "(%)" (percentual):
    • Por exemplo, numa amostragem de 10 clientes, do maior para o menor faturamento, os 20% seriam os 2 primeiros (clientes A), os 30% seriam os próximos 3 (clientes B) e assim por diante (clientes C).

Novidades

  • Criamos o checkbox "Aplicar regra 20/30/50 para classificação ABC" para a opção de relatório "06-Curva ABC de Clientes (Pedido Vendas)".
    • A fórmula de calculo é idêntica a aplicada na opção "01-Curva ABC de Clientes (Faturamento)".
  • Alterações na tela de exibição dos relatórios quando marcado "Aplicar regra 20/30/50 para classificação ABC":
    • No final do relatório o sistema terá um totalizador com a quantidade de clientes em cada classe (ABC);
      • Terá o somatório do valor faturado no caso do relatório ser o "01-Curva ABC de Clientes (Faturamento)";
      • Terá o somatório do valor em pedidos no caso do relatório ser o "06-Curva ABC de Clientes (Pedido Vendas)";
    • Abaixo de cada "classe" (classificação AB, ou C) foi criado um totalizador de valor e quantidade para o grupo, assim o relatório fica mais fácil de ser interpretado.
  • Criamos duas novas opções de filtro na tela de relatórios "Padrão Origem":
    • Em todas as opções de relatórios dessa tela o usuário poderá aplicar filtros por Vendedor Externo e Vendedor Interno;

Pró Naval "SC" - Benefício para as vendas Navais

Documentação das alterações e instruções de como preparar a base do Easy ERP para contemplar esse beneficio.

Cadastro de "Parceiros"

Parceiros > aba "Informações Adicionais" > sub aba "Fiscais"

Criamos os seguintes campos:

  • Pró-Naval SC - Embarcações em geral (ICMS Diferido):
    • Marque o parceiro como participante do beneficio onde o ICMS será diferido.
  • REB Nº
    • Onde o usuário poderá informar o número do REB/embarcação que aparecerá na mensagem do benefício, nas informações adicionais da nota.
  • Pró-Naval SC - Indústria naval ou náutica (ICMS Isento):
    • Marque o parceiro como participante do beneficio onde o ICMS será isento.

Obs.: O sistema não possui qualquer validação para o caso do usuário marcar/informar estas opções para parceiros de Estado diferente de "SC" ou marcar as 2 simultaneamente.

Nas operações de faturamento (somente em operações internas em "SC")

  • O sistema verificará se o parceiro de negócios possui um dos campos acima marcados e neste caso, aplicará as seguinte regras de negócios:

"Embarcações em geral" - Condições do ICMS diferido:

  • Se o parceiro possuir diferimento de ICMS informado (100%)
  • E o campo "Pró-Naval SC - Embarcações em geral (ICMS Diferido)" marcado
  • E se a característica da operação for "Industrialização"
  • E o item faturado for uma mercadoria não sujeita ao ICMS ST:
  • O sistema aplicará Diferimento total (100%) sobre o item, sugerindo o CST de ICMS X51.

Nos dados adicionais da NF-e o sistema sugerirá a mensagem:

"ICMS diferido cfe art. 8, XII, do anexo 3 do RICMS-SC. "
"REB n°____. Produto destinado à industrialização pelo adquirente."

O sistema sugerirá o número do REB informado manualmente no cadastro do parceiro. O usuário poderá alterar manualmente a mensagem sugerida.

"Indústria naval ou náutica" - Condições do ICMS Isento:

  • Se o parceiro possuir o campo "Pró-Naval SC - Indústria naval ou náutica (ICMS Isento)" marcado
  • E a característica da operação for "Industrialização" ou "Ativo Fixo":
  • Ao incluir itens na "Proposta" ou num "Pedido de Vendas manual":
    • A alíquota de ICMS sugerida será de 0,00%.
  • Ao faturar a NF-e:
    • O sistema aplicará a isenção de ICMS sobre o item (Alíquota, Base de cálculo e Valor), sugerindo CST de ICMS X41.

Nos dados adicionais da NF-e o sistema sugerirá a mensagem:

"ICMS isento cfm art. 1ª, §1º,II do anexo 2 do RICMS-SC."

Condições da suspensão do IPI:

Caso o sistema tenha entrado na condição acima "Embarcações em geral - Condições do ICMS diferido":

  • Para suspender o IPI da operação precisa marcar o parceiro como "Suspenso de IPI":
    • Parceiros > aba 'Informações Adicionais' > sub 'Fiscais' > "Suspenso de IPI"
  • Se o CFOP informado no item for 5101, o sistema sugerirá o CST 55 e código de enquadramento de IPI 125;
  • Nos dados adicionais da NF o sistema sugerirá a mensagem:

"IPI suspenso cfe art. 10 da Lei 9.493/97."

  • Caso contrário, sugerirá CST 50 e código de enquadramento 999.

Condições do PIS/COFINS tributados a alíquota zero:

Caso o sistema tenha entrado na condição acima "Embarcações em geral - Condições do ICMS diferido":

  • O sistema irá sugerir o CST de PIS/COFINS:
    • CST PIS e COFINS = 06 (Tributado com alíquota zero).
  • Nos dados adicionais da NF o sistema sugerirá a mensagem:

"Redução de PIS e COFINS à alíquota zero cfe art 28, item X da Lei 10.865/04."


Nova preferência do sistema para exibir o "apelido" do parceiro na seleção do fornecedor do produto

  • Utilitários > Preferências do sistema > aba 'Gerais' > grupo 'Produtos' > Exibir apelido na seleção do fornecedor

No cadastro de produtos

  • No campo "fornecedor" será exibido o apelido do parceiro vinculado ao fornecedor selecionado.

Na tela de inclusão/alteração de produtos

  • No campo "fornecedor" será exibido o apelido do parceiro vinculado ao fornecedor selecionado.
  • Ao clicar no botão de seleção de fornecedor do produto, na grade que lista os fornecedores cadastrados, será exibida uma coluna com o apelido do parceiro vinculado ao fornecedor selecionado (além da coluna atual "Nome" que faz referência ao campo nome do cadastro de parâmetros de formação de preços, dentro do cadastro do parceiro fornecedor).

 

1 - Alterações no cadastro de usuários e preferências

1.1 - No cadastro de usuários

Usuários > aba 'Propostas' > marcar Canais e/ou Segmentos

Essas são novas permissões específicas para os novos cadastros:

  • Canais: Marque para liberar acesso ao cadastro de "Canais";
  • Segmentos: Marque para liberar acesso ao cadastro de "Segmentos".

Os usuários com estas permissões terão acesso completo aos respectivos cadastros (poderão incluir, excluir e alterar os registros).

1.2 - Nas preferências do sistema

Utilitários > Preferências do sistema > aba 'Gerais' > grupo 'Parceiros de negócios' > marcar Campo atividade obrigatório (somente para clientes)

  • Com esta preferência marcada, o campo "Atividade" passa a ser obrigatório no cadastro de parceiros.
    • Parceiros > aba 'Informações Adicionais' > sub aba 'Gerais' > Ramo de atividade

2 - Criação dos cadastros de "Canais" e "Segmentos" de mercado

2.1 - Novo cadastro de "Segmentos" de mercado:

Menu 'Cadastros' > Segmentos

  • Nesta tela o sistema permitirá que o usuário cadastre diversos segmentos de mercado para posteriormente utilizá-los no cadastro de parceiros, tanto no campo de segmento de mercado principal, como nos campos desegmento de interesse 1, 2 e 3.
  • Este campo também será usado na rotina de inclusão de propostas para que o usuário possa selecionar o segmento da aplicação relacionado a proposta.
  • Para acessar este cadastro, o usuário deverá ter a permissão citada acima, "Segmentos".
  • Ao cadastrar um segmento, o usuário poderá informar seu respectivo "Vertical SPA" (“Special Pricing Authorization”).
    • Este campo é alfanumérico com até 30 caracteres.

2.2 - Novo cadastro de "Canais"

Menu 'Cadastros' > Canais

  • O sistema permitirá que o usuário cadastre diversos canais para posteriormente utilizá-los na rotina de inclusão de propostas.
  • Para acessar este cadastro, o usuário deverá ter a permissão citada acima, "Canais".

3 - Alterações no cadastro de parceiros de negócios

3.1 - Ao incluir/alterar um parceiro de negócios:

Parceiros > aba 'Informações Adicionais' > sub aba 'Gerais'

  • Se a preferência "Campo atividade obrigatório (somente para clientes)" estiver ativada, o sistema não permitirá salvar as informações se o campo "Atividade" não estiver preenchido.
  • O sistema permite que o usuário informe os seguintes campos, utilizando os segmentos cadastrados no cadastro de Segmentos:
    • Segmento de mercado principal;
    • Segmento de mercado de interesse 1;
    • Segmento de mercado de interesse 2;
    • Segmento de mercado de interesse 3;

O sistema permite que o usuário relacione livremente no cadastro do parceiro os segmentos de mercado cadastrados nos respectivos campos, fazendo quaisquer combinações entre eles, sem qualquer regra de validação.

4 - Alterações no cadastro de propostas

4.1 - Novos campos no cadastro de propostas

Novo campo: "Data de Previsão de Fechamento"

4.2 - Alteração do conteúdo dos novos campos do cadastro de propostas:

O novo campo mencionado no item 4.1 acima está visível na grade de propostas para todos os usuários.
Talvez seja necessário reiniciar as grades do usuário.

Criamos uma nova coluna chamada "Prev. fechamento".

  • O sistema deverá permitir que o usuário altere os dados deste campo nas propostas já incluídas.
  • O sistema não exigirá permissões específicas para que o usuário tenha acesso para fazer estas alterações.
  • Não será permitido alterar manualmente estes campos para propostas nos status "Pedido Vendas""Consolidadas""Excluídas""Perdidas""Revisadas" e "Análise Projeto" e em outras condições atualmente não permitidas para a alteração de propostas, como definidas nas preferências, permissões de usuários, etc.
  • No duplo-clique sobre a nova coluna no cadastro de propostas, o sistema validará se o status da proposta permite a edição e, neste caso, exibirá uma tela de "Alterar previsão de fechamento". Se nenhuma previsão tiver sido informada até então, a data sugerida será a do próprio dia. Se não, a previsão informada anteriormente será exibida. O usuário poderá alterar a data e salvar.

Zerar o "Custo Líquido" e o "Venda Líquida" do produto inserido na proposta como "Tipo de Fornecimento" = "Terceiro"

Propostas > Inclusão de item na proposta > Tela "Incluindo Produto: XXXXX" > Selecionar no campo "Tipo Fornecimento" = "Terceiro"

Prevemos que o campo "P0ITPR.TIPOFORNECIMENTO" possa ser = 'Terceiro' nas rotina de Inclusão de item na proposta.

Nessa rotina o campo do "Custo Líquido" (P0ITPR.CUSTOLIQ) e "Venda Líquida" (P0ITPR.VENDALIQ) agora ficam zerados nesta condição.

Abaixo seguem os tratamentos feitos nas rotinas levantadas:

Essa rotinas recalculam o "Custo Líquido":

  • Alterar o Custo Líquido (duplo clique no campo da grade):
    • Permite mudar o custo líquido para qualquer valor.
    • Esta funcionalidade não estará disponível para item fornecido por "Terceiro".
  • Alterar o Desconto adicional de compra (duplo clique no campo da grade):
    • Esta funcionalidade não estará disponível para item fornecido por terceiro.
  • Revisar Proposta:
    • Opção: Atualizar preço Mantendo a Margem;
    • Opção: Atualizar Margem Mantendo o Preço;
    • Essas rotinas não tratavam itens fornecidos por terceiro. Então implementamos um tratamento onde o sistema vai passar unitáriototalcusto líquido e venda líquida zerados.
  • Duplicar Proposta:
    • Opção: Atualizar preço Mantendo a Margem;
    • Opção: Atualizar Margem Mantendo o Preço;
    • Essas rotinas não tratavam itens fornecidos por terceiro. Então implementamos um tratamento onde o sistema vai passar unitáriototalcusto líquido e venda líquida zerados.

As rotinas abaixo "não" recalculam o custo líquido:

  • Alterar quantidade;
    • Os campos de custo líquidovenda líquidaunitário e total permanecem zerados.
  • Alterar o Valor total do item;
    • Os campos de custo líquidovenda líquidaunitário e total permanecem zerados.
  • Retornar p/ Valor Lista;
    • Os campos de custo líquidovenda líquidaunitário e total permanecem zerados.
  • Atualizar cotação de todos os itens desta moeda;
    • Os campos de custo líquidovenda líquidaunitário e total permanecem zerados.
  • Adicionar IPI ao valor unitário (R$);
    • Esta funcionalidade não estará disponível para item fornecido por "Terceiro".
  • Destacar IPI do valor unitário (R$);
    • Os campos de custo líquidovenda líquidaunitário e total permanecem zerados.

Cálculo da "margem":

Esta rotina é utilizada, por exemplo, para calcular o valor de venda "Revenda" e "Ativo Fixo" exibidos no cadastro de produtos.

  • Unificamos os cálculos com margem informada no produto e fornecedor (utilizamos o código da margem fornecedor, que está mais atualizado). Assim, as regras de negócios são as mesmas, mudando apenas a variável da margem. Continua prevista a condição de margem não informada, onde o sistema apenas adiciona os impostos de venda, sem margem.
  • Adicionamos uma nova regra de negócios:
    • Para itens com procedência diferente de 1 e 6, ao calcular o valor de venda "Ativo Fixo" no cadastro de produtos:
      • Se a opção "Adicionar IPI ao valor unitário" estiver marcada, o sistema não adicionará o IPI ao valor do ICMS embutido no valor de venda "Ativo Fixo".
        • Mas se estiver desmarcada, continuará a fazer isso (como é atualmente).

Alterações na tela de "Anexos" vinculados a "Proposta":

Propostas > Clique direito sobre a proposta > Anexos

Se a proposta estiver com status Consolidada ou Pedido Vendas, a tela de anexos será aberta em modo "somente leitura", não permitindo "incluir", "alterar" ou "excluir" anexos.
Os anexos dos demais cadastros permanecem com as regras atuais.


Alterações nas rotinas de devolução de notas:

Como reformulamos a maioria da rotina de devolução de notas, vou documentar aqui as novidades e observações.

  • Aplicamos o novo método de exclusão dos dados de devolução nas seguintes operações:
  • Exclusão de uma NF-e de devolução;
  • Liberar PV de NF-e Denegada;
  • Cancelamento de nota de devolução;
  • Devolução da devolução (parcial e total).

Devolução da Devolução

  • Agora uma "devolução da devolução" libera o vínculo da nota original para que ela possa ser devolvida novamente. A alteração foi feita tanto na devolução com nota própria como na devolução de notas de terceiros.
  • No caso de uma "devolução da devolução", onde a segunda nota é "parcial", ao invés de liberar todo o vínculo da nota original, o sistema irá apenas abater as quantidades devolvidas parciais. Caso a quantidade devolvida atinja o total o sistema ai sim irá excluir os vínculos e liberar as quantidades.
  • Todas as rotinas também foram implementadas quando a operação é feita em blocos que não são NF-e.

Observações

  • Provavelmente haverá divergência quando o cliente for fazer uma "devolução da devolução", onde a primeira nota foi feita na versão antiga e a segunda na nova. Então nesses casos teremos que corrigir manualmente os registros nas tabelas de devolução, capa da nota e itens da nota.

Outras alterações

  • No cadastro de PV, no menu "Opções Cadastro", removemos a opção do menu "Arquivo de embarque (Padrão ANFAVEA)", que estava obsoleta.
  • Retiramos também uma trava na rotina de "Devolução com nota própria":
    • Ela não permitia ao usuário fazer a devolução de uma nota com movimentação do estoque = "Entrada", isso bloqueava o usuário de fazer uma "devolução da devolução".
 
< Voltar