19 3869.6161   •   vendas@origembr.com.br
suporte   •    

Update Easy ERP [2018.9.1.0]

Update Easy ERP [2018.9.1.0] Liberado em 12/09/2018

Alterações importantes relacionada ao FCP ST:

  • 1 - Na emissão de notas fiscais, o sistema irá agora, por padrão, calcular o FCP ST sobre a Base de Cálculo da ST e não "proporcional" (FCP ST - FCP).
    • Ex.: FCP ST: BC ICMS ST * FCP ST = 2558,02 * 2% = 51,16
  • 2 - Caso a antiga regra seja ativada sem alterações, pode ser necessário utilizar o novo arquivo FCPST_Proporcional.knd, para que o cálculo proporcional seja ativado.
    • Ex.: FCP ST: FCP ST - FCP = 51,16 - 44,48 = 6,68

Assim, a rotina de cálculo do FCP ST na proposta, não será necessário prever os dois métodos, mas sim apenas o cálculo sobre a Base de Cálculo da ST.
Então a proposta sempre irá calcular somente sobre a Base de Cálculo da ST, já a emissão de notas terá os dois casos, porém o "proporcional" ativado pelo usuário.

Exemplo "sem" FCPST_Proporcional.knd

  • BC ICMS ST: (TOTAL PROD + VDAC + FRETE + IPI) * (1+MVA/100)
  • BC ICMS ST: (1.000,00 + 0 + 0 + 150,00) * (1 + 72,38/100)
  • BC ICMS ST1.982,37
  • VLR ST: (BC ICMS ST * ICMS Interno/100) - (BC ICMS * ICMS/100)
  • VLR ST: (1.982,37 * 18/100) - (1.000,00 * 4/100)
  • VLR ST316,83
  • FCP ST: BC ICMS ST * (FCPEstado/100)
  • FCP ST: 1.982,37 * (2/100)
  • FCP ST39,65

Obs.: Caso seja uma operação para Ativo Fixo o sistema só não usa o MVA ao calcular a BC ICMS ST.

Exemplo "com" FCPST_Proporcional.knd

  • BC ICMS ST: (TOTAL PROD + VDAC + FRETE + IPI) * (1+MVA/100)
  • BC ICMS ST: (1.000,00 + 0 + 0 + 150,00) * (1 + 72,38/100)
  • BC ICMS ST1.982,37
  • VLR ST: (BC ICMS ST * ICMS Interno/100) - (BC ICMS * ICMS/100)
  • VLR ST: (1.982,37 * 18/100) - (1.000,00 * 4/100)
  • VLR ST316,83
  • FCP: BC ICMS * (FCPEstado/100)
  • FCP: 1.000,00 * (2/100)
  • FCP20,00
  • FCP ST: (BC ICMS ST * (FCPEstado/100)) - FCP
  • FCP ST: 1.982,37 * (2/100) - 20,00
  • FCP ST: 39,65 - 20,00 = 19,65

Obs.: Caso seja uma operação para Ativo Fixo o sistema só não usa o MVA ao calcular a BC ICMS ST.


Sistema preparado para gerar notas fiscais de "produtos" com Retenções de PIS/COFINS/CSLL e IR:

Aplicando as retenções no Faturamento

As retenções são aplicadas na tela Opções para emissão de nota fiscal (tela de seleção de CFOP):

O usuário poderá marcar os checkbox conforme necessário:

  • Retenção Imposto de Renda (produtos/serviços);

Informar:

  • Alíquota Retenção de IR (produtos) %
  • Retenção PIS (0,65%);
  • Retenção COFINS (3,00%);
  • Retenção CSLL (1,00%);

Não Usar a:

  • Retenção PIS, COFINS e CSLL unificado (4,65%);

Não há tags para retenção unificada, apenas separadas.

Cálculo das Retenções

O sistema calcula automaticamente as retenções e destaca os valores na tela Imprimindo Nota N° XXXXX > aba Totais e impostos > grupo Retenções:

  • IR (R$);
  • PIS/COFINS/CSLL (R$);

Emissão da NF-e

As retenções são informadas no grupo retTrib_W23:

  • vRetPIS_W24 - Valor da retenção do PIS;
  • vRetCofins_W25 - Valor da retenção da COFINS;
  • vRetCSLL_W26 - Valor da retenção da CSLL
  • vBCIRRF_W27 - Base de cálculo da retenção do IR;
  • vIRRF_W28 - Valor do IR;

O valor total das retenções é subtraído das tags que informam o pagamento (vNF - Total de Retenções):

  • vOrig;
  • vLiq;
  • vDup;

Exemplo de mensagem dos dados adicionais da nota:

"RETENÇÃO DOS IMPOSTOS FEDERAIS CONFORME LEI 10833/2003 - PIS Retido R$ 6,50 COFINS Retido R$ 30,00 CSLL Retido R$ 10,00 IRRF Retido R$ 100,00

 

Observações

Sobre as preferências do sistema:

  • Não utilizar a Abater retenções do valor total da nota fiscal, pois ela faz com que o sistema altere o valor total da nota, subtraindo as retenções, o que não é o caso no XML de exemplo do cliente.
 
< Voltar